quinta-feira, 4 de junho de 2009

Numa Celebração Profana

Êita, metida gostosa, esta de atolar os bagos,
quando se faz um estrago neste buraco apertado,
que engole em rebolados, por isso que me acabo,
pois só metendo em seu rabo, que me verei realizado.
Vejo que te empolgou a minha tara por cú,
Pois arrebento o tabú, em toda transa que faço.
Te deixarei aos bagaços e em teu buraco um estrago,
Meu cajado duro trago, molhado lustoso e Lizo.
Juro que te realizo, te cavalgarei sem dó...
E pra te sentir melhor, morderei no teu pescoço,
Enquanto eu te meto o osso, em cima faço um carinho,
massageando os peitinhos, e a outra mão bulina a xana,
Numa celebração profana...gozando no teu rabinho.



Stein haeger


_

6 comentários:

Claudia Octavia Letícia disse...

Oi Stein

Não entendi sua pergunta sobre o meu perfil.

A escolha do nome "O Espírito de..." é uma ironia ao fato das religiões serem castradoras.
Recobre a lucidez, sou apenas alguem que mistura alguma vivência com um tanto de fantasia. Sou escritora, ficcionista.
Se de fato eu me resolver por esses desenhos, eu lhe passarei meu E-mail.
Por enquanto dá para curtí-los pelo seu fantástico blog.

Letícia

Claudia Octavia Letícia disse...

Oi Stein

Muito obrigada pela informação sobre o recantos das letras.

Vou procurá-lo

Letícia

Fátima Abreu disse...

Mais outro delicioso! ESPERO A TUA VISITA, NO RECANTO, OU NO MEU BLOG! BEIJINHOS E CARINHOS...

Anônimo disse...

Que enrabada gostosa, viril, poderosa... macho de sangue quente é somente teu o privilégio de enfiar o cacete assim.
Adoro sentir teu pau grosso na minha bundinha branquinha.
Grito de dor e prazer!
Desabo quando termina.

Amina Haddad

solange Lima disse...

Noooooooooossa!
Mas não tem como não ficar molhada lendo esse texto, sensacional!
Me imaginei nessa situação, que delícia!

deh disse...

que coisa deliciosa...