domingo, 29 de abril de 2012

Vou te Invadir com Vingança, Juro, não Serei Clemente!

Vou te invadir com vingança,
pois enfim veio enxergar
que a minha perseverança
já merecia esse ensejo
sei que minha expectativa
beirava a alienação
não escondi meu tesão
não comedi o desejo
que sempre foi imensurável
não deu pra dissimular
porém há de ressaltar
sua subestimação
desdenhando a minha paixão
fazendo pouco de mim
e não foi recíproca enfim
mesmo sentindo atração
agora a tenho na mão
por evento casual
vou fazer papel de mau,
juro não serei clemente
meu órgão é proeminente,
ressaltante, colossal
no seu orifício anal
vou ficar muito valente

4 comentários:

Anônimo disse...

Os traços são...eu diria...são perfeitos, não há nada de amador nos teus desenhos e ainda há um quê de literariedade. Eu imaginei obras do período naturalista como O Cortiço de Aluísio Azevedo ilustrada pelos teus traços.

Zelia Angel

Stein Haeger disse...

Mas tenho que lhe dizer que a maioria dos desenhos que estão no meu blog não são meus.
São de desenhistas famosos que, dos quais eu sou fã. mas os meus desenhos seguem o mesmo estilo.
E não fugiriam muito do layout que Se quer atingir, aqui!

Ninfeia G disse...

E onde estão os teus desenho? De onde veio essa ideia de montar um blog assim? Voce é poeta, claro, escreve coisas fortes. Não gosto muito de teus títulos, mas a tua poesia é diferente, não é pornográfica, eu vejo arte.

"Pra estas ancas revoltas
dignas de célebres trepadas
sou um ginete de espada,
e busco encaixes nas garupas,
que em seu meneio me agrupa
Pra viajar galopando,
veredas carnais rasgando,
e as profanações brutais
o percurso atraente faz
e em trote vou desbravando"

Fazer rimas em poesia erótica, acho que é mais dificil ainda!!!

Deixo ´para voce o texto abaixo que escrvi nesse momento em que te leio
TÃO LOUCO ASSIM

Quem é voce,poeta
tão louco assim,
que faz emergir,
sensações sossegadas
no fundo dos sentidos
quando interfere
e transa enfim
o que tem de fluir
da sensualidade
que tem a tua vida?
É que inquietas
o que há em mim
que quer surgir
tensões reveladas
impulsos incontidos


Bjos

Lynare Maryen disse...

UUUAAUU!!! Como tocas os sentidos Caro Poeta...E fico a pensar como seria?.....