domingo, 1 de março de 2009

Êita, menina safada!

Já chegou fazendo alarde,
pois fogo nos meu instintos
muito tara é o que sinto,
desde que surgiu assim
trouxe uma história devassa
na qual, me põe em desgraça
mostrando o que tem pra mim
um rabo delicioso,
rebolando sinuoso
querendo ser explorado
Eu, que em toda minha vida
viví envolto a engulidas
por tí vou ser devorado.


Stein Haeger

6 comentários:

Juras e Versos Eróticos disse...

Humm gostei muito,
Me deixou exitada e inspirada,

Cheiros

Lua
Noite sete luas,
sete desejo carnal,
rolaram junto seu corpo e dedos,
Eu nua,
Sem pudor nem véus,
Você anjo infernal,
Vem, meu amor,
Escuta sua Lua..

Fátima Abreu disse...

Parece que conheço suas palavras, como se tocassem dentro do meu EU interior...Te admiro! beijos...

Mone Carmo disse...

Ums linda imagem que faz todo o sentido ao texto...Mãos, dedos, visão, olfato... haaaa o tato, haaaa o paladar.... essa menina que tu descreve tão safada, é na verdade a realidade que poucos conseguem encontrar... se tuas poesias virassem realidade... Querido, ai ai... deixa pra lá...rsrs beijossss

Anônimo disse...

Loba Devassa

Parece que escreveu para mim.
Quero ser essa menina safada em sua vida
Beijos

Confessora disse...

Parabéns,pelo erotismo artísitico que nos expõe!!!
Sexo e arte,quanta perfeição!

TATA disse...

Menina safada acho que achei. O Q de sensualidade e luxúria que estava procurando.