quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Alta Expressão do Êxtase Carnal

E agora contemplo a carne,
vejo a mulher que tornou-se minha
em sonhos, em devaneios, viagens
quando ao meu encontro caminha.
sobre cujo corpo sentí vibrar
na mais alta expressão do êxtase carnal.
cuja boca se conjugara com a minha,
cujos seios conhecí mentalmente
e cujas entranhas que sempre violentamente,
haviam sido inundadas por meu fluidos de homem-animal
dócil e domesticado mas de brutais estocadas.
cuja bunda me engole em grande paixão
isso tudo em imaginação, apenas em sonhos,
mas com tal nitidez, com tal intensidade,
que se confundiam com a realidade.
Stein haeger

Um comentário:

Fátima Abreu disse...

Nos sonhos podemos fazer tudo...